Imprimir

GDI-Mata divulga balanço de 2016 e perspectivas para 2017

Versão para impressãoEnviar para e-mailVersão em PDF

No dia 16 de dezembro de 2016, o Grupo de Trabalho, Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI-Mata) completou cinco meses de existência. O IF Sudeste MG integra o grupo desde agosto do mesmo ano. O GDI-Mata é um grupo aberto à participação e colaboração de empresas, organismos e entidades, públicas ou privadas, empenhados no desenvolvimento regional.

É um grupo multi-institucional, formado por entidades da região e que tem como principal objetivo elevar a competitividade na Mata Mineira a partir da maior aproximação entre o setor produtivo e os centros de geração de conhecimento, tecnologia e inovação.

O GDI-Mata pretende elevar a capacidade e a disposição de inovar nas empresas da região, favorecendo o desenvolvimento sustentável e o bem-estar social.

Balanço de 2016

Desde junho de 2016, cinco reuniões plenárias do grupo foram realizadas, diversos encontros dos Grupos Temáticos ocorreram, linhas de ação para diferentes setores de atividades foram delineadas, palestras e eventos foram realizados em parceria com as entidades que compõem o GDI e, em 23 de novembro, foi lançado o portal do GDI-Mata, a Plataforma de Negócios e Inovação da Mata Mineira.

Com a Plataforma foi criado um instrumento para a efetivação daquilo que é o propósito fundamental da existência do GDI-Mata: a interação entre as instituições de pesquisa e de apoio ao empreendedorismo que o integram e os empresários da região. Através da Plataforma, o GDI-Mata apura demandas, recolhe sugestões e encaminha para as instituições que podem dar uma resposta a dilemas vividos pelos empresários, através de projetos, contratos e convênios que busquem resolver os problemas detectados ou tornar concretas as possibilidades de melhorias contínuas observadas.

A plataforma possibilita que empresas se cadastrem como fornecedoras. O portal oferece uma biblioteca de textos, estudos e pesquisas das áreas dos GTs, a indicação de sites que fomentam e/ou subsidiam a inovação no ambiente empresarial e, ainda, informações sobre eventos e afins. Clique aqui para explorar todos esses recursos.

Grupos Temáticos

Os Grupos Temáticos do GDI-Mata funcionam como mais um mecanismo de interação entre os empresários e as instituições de pesquisa e de apoio ao empreendedorismo. Reuniões com empresários e especialistas foram realizadas não só para a identificação de demandas, mas para a definição de ações estratégicas que contemplem diferentes setores de atividade. O GDI-Mata conta com os seguintes Grupos Temáticos: Agronegócio, Comércio, Indústria, Serviços e Turismo.

IF Sudeste MG no GDI-Mata

O IF Sudeste MG integra a Coordenação Executiva do grupo desde agosto de 2016. Esta Coordenação tem o objetivo de estabelecer um roteiro e uma sistemática de trabalho para adensar e coordenar a colaboração entre universidade e empresas no âmbito regional, de modo a favorecer o alcance de um novo patamar de desenvolvimento para Juiz de Fora e a Zona da Mata mineira. A UFJF, a Prefeitura de Juiz de Fora, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) também integram esta Coordenação.

Algumas outras instituições que fazem parte do GDI são: Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora (ACEJF); Câmara de Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL/JF); Centro Industrial de Juiz de Fora (CDI/JF); Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg - Zona da Mata) e Sindicato do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio).

A Diretora do Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia - NITTEC, Flávia Ruback, explica que o IF Sudeste MG atua mais fortemente no GT Indústria, além da Coordenação Executiva do GDI-Mata. Segundo ela, desde que passou a integrar o Grupo, o Instituto trabalha na apresentação e na prospecção de parcerias nos setores metal-mecânico, têxtil-confeccionista, da construção e de alimentos e bebidas. A expectativa, conforme a diretora, é que parcerias sejam firmadas já no primeiro semestre de 2017.

Perspectivas para 2017

Dentre as ações previstas para 2017, estão:  

a) Organização de eventos setoriais sobre inovação e desenvolvimento regional, valendo-se de editais de agências de fomento que apoiam as diversas instituições que compõem o GDI-Mata;

b) Organização de um evento síntese do GDI Mata, ao final de 2017, abordando os desafios e perspectivas para o desenvolvimento regional como um todo;

c) Workshop Sebrae sobre captação de recursos para as empresas;

d) organização de Clínicas Tecnológicas para cada GT.

 

Assessoria de Comunicação
Reitoria
Texto: Fernanda Coelho
Fonte: Relatório de Avaliação GDI-Mata 2016