Imprimir

“Pai” da zootecnia no Brasil faz palestra de abertura de evento em Rio Pomba

Versão para impressãoEnviar para e-mailVersão em PDF

A décima edição da Semana da Zootecnia e 1º Congresso de Produção Animal do IF Sudeste MG – Campus Rio Pomba começaram, na última quarta-feira, dia 10, com a palestra de um dos principais nomes desta ciência no Brasil, Mário Hamilton Vilela.O professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS) é considerado um dos “pais” dos cursos de Zootecnia no Brasil.“É sempre uma satisfação falar com jovens estudantes.Quando eles são alunos de Zootecnia então, a satisfação é ainda maior. Vocês não imaginam o que passamos para conseguir criar este curso há mais de 50 anos”.

Ele falou sobre como ser um bom profissional no atual contexto socioeconômico brasileiro. Para o professor, o zootecnista não pode apenas conhecer a teoria, é preciso saber aplicá-la corretamente em seu cotidiano. “De nada adianta ter o conhecimento e não colocá-lo em prática. Só conseguimos aprimorar o que sabemos ao agirmos. O conhecimento precisa ser transformado em prática”.

Mas, de acordo com o palestrante, isto também não é suficiente para transformar o estudante em um bom profissional. Ele não pode se contentar em ter apenas as informações técnicas da área em que atua. O zootecnista competente deve compreender o cenário em que está inserido e ofertar soluções factíveis para os problemas do homem do campo. “Não adianta ficar só nos bancos da escola. É preciso ter vivência no meio rural, conhecer outras realidades que não seja apenas a da sua região. Além disso, é essencial que o profissional consiga analisar as tendências do futuro, sabendo economia, relações internacionais, marketing”.

Vilela ressaltou que a formação começa na faculdade, mas deve se estender por toda a carreira. “O profissional deverá ser um eterno estudante. O que seremos depende da nossa dedicação”. Apesar de considerar que o conhecimento é o que guia a vida profissional, o professor lembra que, não se pode deixar de lado algumas características subjetivas do ser humano. “É preciso sempre desenvolver o trabalho com ética e dignidade. Muito do que estamos vendo atualmente no Brasil é reflexo da falta valorização destes conceitos”.

Abertura

A recepção aos participantes da X Semana de Zootecnia foi organizada com características típicas da vida no campo. Ao chegarem no corredor de acesso ao Salão Nobre, eles puderam observar arranjos com referência a propriedades rurais. No palco onde se apresentam os palestrantes, um grande banco rústico de madeira com imagens talhadas de animais. Enquanto esperavam o início oficial do evento, estudantes, profissionais e produtores rurais puderam apreciar modas de viola com a dupla Henrique e Débora.

Um dos coordenadores do evento, Estevão Tosetto, lembrou que a Semana é resultado de um trabalho árduo que começou em agosto do ano passado. “Aqui vocês vão ter chance de ganhar um tipo de conhecimento que nem sempre conseguimos passar em sala de aula”, completou o outro coordenador, Valdir Botega.

O atual diretor-geral do Campus, Arnaldo Prata Neiva Júnior, que deixará o cargo na próxima semana, fez uma surpresa aos participantes. Ele contou que, como integrante do Departamento Acadêmico de Zootecnia há alguns anos, teve a oportunidade de estar presente a todas edições do evento. A primeira delas realizada em 2008, quando só havia o curso técnico, foi um marco em sua vida profissional. Para provar isto, desabotoou a camisa e mostrou que, debaixo dela, estava a blusa confeccionada para o primeiro evento. Não só ele como também os demais organizadores ficaram emocionados com a homenagem. “Neste período, o departamento e o evento cresceram. Houve uma evolução”, disse referindo-se que, atualmente, o evento abarca não apenas estudantes de nível técnico, mas também de graduação e mestrado.

Promoção

Aproveitando o fato de que diversos participantes estão fazendo fotos e vídeos das palestras e minicursos, a organização decidiu fazer uma promoção. De acordo com o presidente da comissão, Gustavo Rodrigues da Costa, será feita uma escolha da melhor foto do evento postada nas redes sociais. O autor da imagem vencedora ganhará a inscrição para a edição de 2018. Para concorrer, é preciso colocar a foto em qualquer mídia social com a #SeZoo10anos. Após o encerramento das atividades de 2017, representantes da comissão vão avaliar as postagens e fazer a escolha.

A Semana de Zootecnia continua com suas atividades nesta quinta e sexta-feira (11 e 12 de maio).

- Confira as fotos

Assessoria de Comunicação
Campus Rio Pomba
Fotos: Franz Mosqueira
11/05/2017