Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Juiz de Fora > Projeto de extensão chega ao interior de Pernambuco
conteúdo

Extensão

Projeto de extensão chega ao interior de Pernambuco

publicado: 11/11/2021 09h55, última modificação: 11/11/2021 14h51
Projeto Literacia Midiática na Terceira Idade, uma parceria entre o Campus JF e a Universidade Paulista (Unip), teve sua primeira turma formada na cidade de Surubim, PE.

Após a aplicação das primeiras turmas em Juiz de Fora e na cidade de São Paulo, o projeto “Literacia Midiática na terceira idade: apontamentos para o reconhecimento de fake news nas redes sociais virtuais”  foi levado ao município de Surubim, no interior do estado de Pernambuco. Coordenado pelo jornalista Pedro Farnese e pela professora Carla Montuori Fernandes,  a iniciativa, uma parceria entre o Campus JF e a  Universidade Paulista,  realiza minicursos online gratuitos para a população acima dos 55 anos. São trabalhados temas como manuseio de smartphones e computadores, redes sociais e os cuidados que se deve ter no meio digital, como golpes, fraudes e o compartilhamento de notícias falsas. 

Com a conclusão das primeiras turmas, o projeto buscou novos públicos para expandir seu raio de atuação e contemplar novos participantes, uma vez que a população de terceira idade tem mais dificuldades em se apropriar das potencialidades do meio digital ou encontrar o projeto de forma autônoma. “Partimos para contatos com instituições sociais da cidade, como o Pró-Idoso; e com nossos contatos pessoais”, explica Pedro. “A turma de Surubim, no interior de Pernambuco, foi formada a partir da divulgação do nosso trabalho na Secretaria de Educação do município através de uma conhecida que se interessou pelo trabalho do projeto. A iniciativa deu tão certo que novas turmas já estão previstas.”

Professora na rede municipal de ensino em Surubim, Neize Barbosa foi uma das participantes do minicurso e reconhece a importância do conteúdo trabalhado para ela enquanto cidadã e enquanto professora, tanto que convidou outras colegas de trabalho para se inscrever no projeto. “Tenho várias amigas na rede municipal e, assim como eu, sei das limitações das mesmas em relação às redes sociais. Então, sabendo que é um elemento que ia somar na vida midiática de cada uma, as convidei e foi muito positivo. Já estamos colocando em prática as coisas que aprendemos.”

Neize destaca a importância de aprender como identificar fake news e, principalmente, não passá-las para frente, visto que é um perigo que pode ser evitado a partir de um olhar crítico e atento aos conteúdos presentes nas redes sociais. Ela também ressalta a importância de ações de extensão como essas, realizadas pelo Campus Juiz de Fora. “É necessário que as instituições continuem desenvolvendo esses projetos para que ajudem a combater esse mal que assola o nosso país. Sou muito grata ao IF, que desenvolveu esse projeto, e a todos os envolvidos que foram tão atenciosos e dedicados durante as aulas.”

Para Pedro, as novas mídias, as redes sociais e a comunicação global são, ao mesmo tempo, veneno e remédio, pois servem tanto para potencializar e estabilizar as redes e os fluxos comunicacionais, aumentando sua coerência interna e ampliando a eficácia de sua ação externa, como também para fomentar controvérsias, revelar inconsistências e visualizar problemas. “Nosso curso retrata exatamente isso. O veneno seria representado exatamente pelas fake news e os males que esse tipo de informação causa nas pessoas e na sociedade em geral. Já o remédio consiste nas possibilidades de verificação e participação independente do lugar em que a pessoa esteja, bastando para isso apenas ter interesse e acesso.”

Entendida como a capacidade de consumir e produzir conteúdo de maneira responsável e crítica nas plataformas de mídia, a literacia midiática é elemento fundamental para o exercício pleno da cidadania na atualidade. Um vídeo com depoimentos dos coordenadores e colaboradores sobre a aplicação das primeiras turmas pode ser acessado em nosso canal do Youtube. O projeto continua realizando os minicursos virtuais gratuitos, através do Google Meet, e formando novas turmas com alunos acima de 55 anos. Interessados podem enviar um e-mail para o endereço eletrônico literamidia.jf@ifsudestemg.edu.br.  

 

registrado em: