Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria > 2020 > Junho > Vitrine Tecnológica: Fapemig lança plataforma para divulgação de tecnologias mineiras
conteúdo

Geral

Vitrine Tecnológica: Fapemig lança plataforma para divulgação de tecnologias mineiras

Projeto busca colocar em evidência tecnologias desenvolvidas em instituições mineiras. IF Sudeste MG já aparece com cinco delas.
publicado: 08/06/2020 13h29, última modificação: 08/06/2020 13h30

Projetos de tecnologia e inovação que são desenvolvidos dentro das universidades mineiras acabam de ganhar um novo aliado em matéria divulgação. É o projeto Vitrine Tecnológica, que busca aproximar a academia do setor privado, ampliando também a diversificação econômica em Minas Gerais.

O projeto, lançado na última quinta-feira (4), é uma iniciativa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), com apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede). A Vitrine, que está hospedada no site da Fundação, apresentará tecnologias desenvolvidas por pesquisadores mineiros que podem ser exploradas comercialmente por empresas. O objetivo é mostrar o que está sendo desenvolvido pelos pesquisadores, reforçando a confiança no potencial da ciência e da pesquisa em prol do desenvolvimento. Acredita-se que o espaço vai aproximar as instituições de ensino superior da iniciativa privada, incentivando a inovação e dando apoio a pesquisadores.

A Vitrine Tecnológica será lançada com mais de 100 oportunidades cadastradas, de instituições das diferentes regiões do Estado. A expectativa é de que este número cresça à medida que os Núcleos de Inovação Tecnológica enviarem novas tecnologias para atualização do portfólio. Também estarão disponíveis no espaço as soluções tecnológicas dos inventores independentes (aqueles que não são ligados a uma instituição de pesquisa), mas que são apoiados pela FAPEMIG.

A ideia é colocar essas tecnologias no mercado por meio do desenvolvimento de novos produtos, processos ou negócios. Todas elas já possuem requisição de proteção intelectual perante os órgãos competentes, no Brasil e/ou no exterior. Ou seja, já possuem patente, registro de software ou de desenho industrial, dentre outras modalidades de proteção do conhecimento. As soluções tecnológicas abarcam vários setores econômicos, como alimentos, agronegócio, mineração, fármacos, energia, automotivo e autopeças, lácteos e café, software e tecnologia da informação. 

COMO FUNCIONA

A Vitrine Tecnológica terá, por enquanto, seis seções: patente, cultivar, desenho industrial, programa de computador, indicação geográfica e uma parte especial para destacar informações sobre a Covid-19 em Minas Gerais, as quais evidenciarão estudos, mapeamentos e tecnologias desenvolvidas no contexto mineiro.

Para cada tecnologia, haverá link para um formulário, que deverá ser preenchido e enviado pelos interessados por aquela solução. Via de regra, os Núcleos de Inovação Tecnológica dos titulares do produto receberão diretamente a demanda, de forma que possam contatar as empresas interessadas. Em cada tecnologia serão divulgadas, também, as informações para contato.

Fonte: Fapemig (adaptado)