Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria > Abertas inscrições de projetos de monitoria para os campi Barbacena, Muriaé e São João del-Rei
conteúdo

Geral

Abertas inscrições de projetos de monitoria para os campi Barbacena, Muriaé e São João del-Rei

publicado: 19/08/2019 15h20, última modificação: 19/08/2019 15h30
Alunos e professores têm até 26 de agosto. Bolsas variam entre R$200 e R$400, conforme o nível de ensino.

Alunos de cursos técnicos e graduação dos campi Barbacena, Muriaé e São João del-Rei podem submeter projetos de monitoria juntamente com seus professores até 26 de agosto. A iniciativa é da Pró-Reitoria de Ensino do IF Sudeste MG (ProEn), que busca promover a melhoria da qualidade do processo ensino-aprendizagem.

As bolsas terão vigência de 19 de setembro até 13 de dezembro. O valor é de R$400 para alunos de graduação e R$200 para alunos de nível médio/ técnico. Contudo, no primeiro caso, é exigido o cumprimento da carga horária de 20 horas semanais, enquanto no segundo caso, são 10 horas.

Para se inscrever, é necessário apresentar um projeto segundo o modelo disponível no Anexo III do Edital 27/2019, além do formulário de inscrição preenchido (Anexo II). Os locais de apresentação variam conforme o campus e estão listados no item 3.1 do mesmo edital. Os projetos serão apresentados para execução dentro do período de um semestre letivo, mas podem ser renovados. A seleção será feita conforme a necessidade exposta no projeto, enquanto os bolsistas serão selecionados considerando-se aprovação em disciplinas, rendimento escolar, disponibilidade e outros critérios.

O que é monitoria?

Segundo a ProEn, monitoria é a realização de ações de assistência a aulas ou a atividades em auxílio ao professor. Ela busca o aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem nos cursos técnicos e de graduação, bem como a redução dos índices de repetência e evasão do IF Sudeste MG. Por meio da monitoria, os estudantes têm a oportunidade de participar diretamente de um projeto acadêmico de ensino capaz de fomentar a articulação entre teoria e prática. Assim, eles podem despertar em si mesmos o interesse pela docência e contribuir para a cooperação entre discentes e docentes nas atividades de ensino.

 Coordenação-Geral de Comunicação e Marketing
19/08/2019