Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria > Professor do Campus Muriaé é premiado por pesquisas sobre História do Brasil
conteúdo

Geral

Professor do Campus Muriaé é premiado por pesquisas sobre História do Brasil

O Professor Weder Ferreira da Silva ganhou o Prêmio Frei Samuel Tetteroo, na categoria de "Produção Técnico-Científica".
publicado: 20/08/2019 10h04, última modificação: 21/08/2019 10h49
Presidente do Instituto, Professora Íris Soriano Nunes Miglio, entrega prêmio e diploma ao professor Weder, que está ao seu lado.

Presidente do Instituto, Professora Íris Soriano Nunes Miglio, entrega prêmio e diploma ao professor Weder, que está ao seu lado.

O Professor Weder Ferreira da Silva, do Campus Muriaé do IF Sudeste MG, ganhou o Prêmio Frei Samuel Tetteroo, na categoria de "Produção Técnico-Científica". O Prêmio é entregue anualmente pelo Instituto Histórico e Geográfico do Mucuri e possui diversas categorias. A cerimônia de premiação ocorreu na cidade de Teófilo Otoni, em 17 de agosto, no plenário da Câmara Municipal da cidade.

A Presidente do Instituto, Professora Íris Soriano Nunes Miglio, afirmou que as pesquisas de Weder contribuem muito para a formação de elementos históricos, sociais, econômicos, políticos e sociais de toda a região de Teófilo Otoni. A presidente destacou ainda o fato de o professor ser de uma cidade do interior mineiro (Santa Helena da Minas), localizada no Vale do Mucuri, região em que a instituição concentra seus trabalhos institucionais. 

O prêmio é conferido a pessoas naturais ou jurídicas que tenham se destacado na promoção de estudos e na difusão de conhecimentos de história, geografia e ciências afins, assim como no fomento à cultura, defesa e preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural dos vales do Mucuri e Jequitinhonha.

Weder foi premiado devido às pesquisas realizadas no campo da História Política e Econômica do Brasil Império, com ênfase no pensamento político e empresarial do mineiro Teófilo Benedito Ottoni (1807-1869). O artigo "A tempestade Encomendada: a viagem de Robert Avé-Lallemant ao vale do Mucuri (1859)" saiu na edição de junho de 2019 da revista do IHGM e trata das polêmicas, entre o alemão Robert Avé-Lallemant e o suíço Johan Jakob von Tschudi, em torno do projeto de imigração alemã para o vale do Mucuri.

“Receber este prêmio reflete o reconhecimento por parte de instituições da sociedade civil organizada sobre as pesquisas que tenho realizado ao longo da minha carreira de pesquisador sobre o Brasil Império. Além disso, o prêmio destaca a relevância das pesquisas que são realizadas pelo corpo docente do IF Sudeste MG”, comemora o professor.

O Pró-reitor de Pesquisa e Inovação do IF Sudeste MG, André Narvaes da Rocha Campos, exalta a conquista: “Ter um professor que recebe este tipo de distinção demonstra a relevância de nossos trabalhos para a sociedade. Ao mesmo tempo, reflete o diferencial da educação em nossa instituição, que conta com profissionais capacitados não somente para transmitir o conhecimento, mas também para gerar conhecimento relevante para nossa sociedade” afirma o Pró-reitor.

registrado em: , ,