Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Juiz de Fora > Engenharia Metalúrgica alcança nota máxima em avaliação de reconhecimento do MEC
conteúdo

Ensino

Engenharia Metalúrgica alcança nota máxima em avaliação de reconhecimento do MEC

publicado: 14/11/2019 08h39, última modificação: 18/11/2019 12h04
Especialistas estiveram no Campus Juiz de Fora entre os dias 7 e 8 de novembro e avaliaram a organização didático-pedagógica; corpo docente e tutorial; e infraestrutura.

A graduação em Engenharia Metalúrgica do Campus Juiz de Fora obteve nota máxima após visita presencial realizada por avaliadores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). A avaliação aconteceu entre os dias 7 e 8 de novembro, e o resultado foi divulgado na segunda-feira, 13. Essa foi a primeira avaliação in loco do curso, criado em 2015.

Na visita, a equipe de especialistas analisa todas as documentações, visita as instalações e se reúne com a Comissão Própria de Avaliação (CPA), com o Núcleo Docente Estruturante (NDE), com o Colegiado do Curso e com alunos e professores. De posse dessas informações, são atribuídas notas, cujo conceito final é composto pela média dos valores atribuídos nas seguintes dimensões: organização didático-pedagógica; corpo docente e tutorial; e infraestrutura.

No relatório final, a comissão ressaltou que o Campus Juiz de Fora possui boa estrutura curricular, com excelentes ementários e com boa atuação do Colegiado, da CPA e do NDE. O curso possui trabalhos de conclusão de curso, estágio curricular e atividades complementares de características inovadoras. Contudo, não se percebeu a existência de estudos quantitativos periódicos publicizados relativos a pesquisas de demanda de mercado e a egressos do curso.

Outro ponto destacado foi com relação ao corpo docente, considerado bem estruturado em termos de titulação, regime de trabalho, publicações e atuação do Coordenador do Curso. A infraestrutura foi considerada como muito boa, apresentando tanto espaços para docentes, biblioteca, como também a disponibilidade de laboratórios específicos da área de metalurgia e de informática. A equipe do MEC apontou a necessidade de procedimentos que envolvem a criatividade relativa a ações comprovadamente inovadoras e exitosas no âmbito do curso, o que deverá ser aperfeiçoado nos próximos anos.

 

Sobre o curso

O Curso de Engenharia Metalúrgica foi criado e aprovado em 2014, tendo iniciado sua oferta no primeiro semestre de 2015. A concepção original foi ajustada e atualizada em 2017. Essa graduação se apresenta como um processo natural de amadurecimento, aprofundamento e ampliação proposto pelo Núcleo de Metalurgia, que já oferta o curso Técnico em Metalurgia na instituição desde janeiro de 1974.

Além disso, o projeto também incorpora o desejo de expansão do conhecimento tecnológico em função das necessidades regionais e com apoio dos arranjos produtivos locais. O curso é ofertado no turno noturno, em 11 períodos. São oferecidas 36 vagas anuais.

registrado em: