Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Juiz de Fora > Ex-aluno desenvolve pesquisa sobre veículos elétricos no Canadá
conteúdo

Destaque

Ex-aluno desenvolve pesquisa sobre veículos elétricos no Canadá

Gabriel Ferreira está na University of British Columbia desde maio de 2018.
publicado: 23/03/2021 11h08, última modificação: 23/03/2021 11h33
O engenheiro mecatrônico Gabriel Ferreira, formado no Campus, está fazendo mestrado sobre veículos elétricos, na University of British Columbia, no Canadá. O ex-aluno embarcou para o país em maio de 2018. Sua primeira passagem por lá foi em 2014 após ser aprovado no programa Ciência Sem Fronteiras e permaneceu no país por um ano. 
Gabriel lembra que o tempo de permanência deveria ser de 11 meses, sendo oito meses de aula e três de estágio. Ele conta que fez o estágio no laboratório do Dr. Martin Ordonez, que gostou bastante do seu trabalho e pediu para que o engenheiro continuasse após o período do estágio curricular.  "Julguei que isso não atrapalharia meu desempenho nas aulas e continuei trabalhando no laboratório e fazendo as matérias que tinha me disposto a fazer. Assim, quando me formei no IF, entrei em contato com o Dr. Ordonez novamente perguntando se ele tinha alguma vaga disponível para orientar um aluno de mestrado e ele disse que sim”. Para se manter no país, ele recebe bolsas da Universidade.

Gabriel escolheu estudar veículos elétricos por se tratar de uma opção mais amigável para o meio ambiente e que possivelmente vá ganhar muito espaço nos próximos anos. Afirma que esses veículos já são uma realidade em várias partes do mundo, mas infelizmente o Brasil ainda está atrasado na adoção dos mesmos. Explica que, de certa forma, esse atraso do Brasil também serviu de motivação. "Acredito que o que isso facilitará minha volta ao país em alguns anos. Meu objetivo agora é formar e trabalhar com isso fora do Brasil por um tempo e, quando a adoção no Brasil acelerar, eu pretendo voltar ao país e usar o conhecimento adquirido aqui para ajudar nesse desenvolvimento”. 
Quando começou a pesquisar veículos elétricos, Gabriel imaginava que o setor de transportes era o principal responsável pela emissão de gases causadores de efeito estufa na atmosfera. Mas com algumas disciplinas feitas, descobriu que o setor de alimentação, principalmente devido à carne bovina, é o principal emissor.

Questionado sobre o Instituto, o engenheiro destaca sua importância ao lhe proporcionar o envolvimento com projetos técnicos. Para ele, “por mais que um mestrado baseado em pesquisa seja extremamente acadêmico, foi minha formação técnica que tem representado um diferencial na minha trajetória”. Ele também diz que sua vivência no Corsários Baja e a decisão de desenvolver e implementar uma casa inteligente em seu projeto de conclusão de curso são dois projetos que fizeram diferença na sua trajetória, abrindo portas não só no mestrado mas também na indústria.

 




registrado em: