Você está aqui: Página Inicial > Notícias > São João del-Rei > 2019 > 12 > IV ERAS aborda cotas raciais e bancas de heteroidentificação
conteúdo

Extensão

IV ERAS aborda cotas raciais e bancas de heteroidentificação

publicado: 02/12/2019 16h18, última modificação: 10/12/2019 14h42
Exibir carrossel de imagens Feira de Afroempreendedores do IV ERAS

Feira de Afroempreendedores do IV ERAS

IV ERAS aborda cotas raciais e bancas de heteroidentificação

Entre os dias 4 e 6 de novembro, aconteceu no IF Sudeste MG – Campus São João del-Rei – o IV Encontro de Relações Raciais e Sociedade (ERAS). O tema deste ano foi “Cotas raciais em debate: as ações afirmativas e as bancas de heteroidentificação em tempos de intolerância”. Ao todo, a programação contou com mais de 10 atrações, incluindo atividades voltadas para diferentes faixas etárias, desde crianças até adultos.

Ao longo do evento, a instituição ofereceu oficinas de conteúdo infantil e também sobre o enfrentamento ao racismo, igualdade de raça e autoafirmação. A programação trouxe, ainda, o 1º Encontro do GT de Ações Afirmativas e NEABI do IF Sudeste MG, rodas de conversa, lançamento de livro, feiras afroempreendedora e gastronômica, bem como apresentações de trabalho acerca do tema.

De acordo com a integrante da comissão organizadora do ERAS, Rosana Machado de Souza, esta edição foi marcada por alguns diferenciais. “O principal deles foi a parceria entre a Diretoria de Gestão de Pessoas e a Pró-Reitoria de Extensão e Ensino, porque nós tivemos como foco as cotas raciais, o processo de heteroidentificação, então essa parceria foi fundamental para o desenvolvimento dessas atividades”, comenta.

Além disso, foi oferecido no ERAS um curso de formação para os servidores que vão atuar nas bancas de heteroidentificação de servidores e de alunos. O objetivo foi se aprofundar nas discussões sobre as cotas raciais, principalmente a respeito do ingresso de estudantes.

A organizadora também menciona que houve a participação de movimentos sociais de São João e de outros municípios, como Lagoa Dourada e Coronel Xavier Chaves. “O fato de termos uma mesa-redonda com o foco na percepção de pessoas de diversos movimentos sociais ajudou no maior engajamento”, afirma.

Os três dias de evento renderam bastante envolvimento do público com as atividades. As atrações de maior destaque foram as mesas-redondas e rodas de conversa. Na terça-feira, 5, por exemplo, quase 180 pessoas estiveram presentes na roda de conversa "Cotas raciais em debate: identidade, fraudes e bancas de heteroidentificacão na visão de estudantes/pesquisadores/movimentos sociais". Segundo Rosana, “depois da discussão, houve muitas perguntas, o que mostra um interesse crescente sobre a temática. Mostra que as pessoas estão querendo dialogar e que existe um interesse pela discussão”.

Premiação

No dia 21 de novembro, Rosana recebeu da Câmara Municipal de São João del-Rei o Troféu São João del-Rei de Direitos Humanos e Combate ao Racismo. O evento foi organizado pelo grupo de enculturação Afrodescendente Raízes da Terra. O intuito da realização do evento foi homenagear a várias pessoas do município que desenvolvem trabalhos no combate à discriminação étnico-racial.

registrado em: