Você está aqui: Página Inicial > Notícias > São João del-Rei > 2020 > 04 > Veja o que o IF Sudeste MG tem feito para contribuir com o combate ao Coronavírus
conteúdo

Extensão

Veja o que o IF Sudeste MG tem feito para contribuir com o combate ao Coronavírus

Os esforços do Instituto têm se baseado na tríade proteção, produção e compartilhamento de conhecimentos e suporte à comunidade.
publicado: 27/04/2020 12h20, última modificação: 28/04/2020 13h42
#Pratodosverem: imagem de coronavírus.

#Pratodosverem: imagem de coronavírus.

Desde a chegada da pandemia de covid-19 ao Brasil, o IF Sudeste MG reforça seu compromisso com a sociedade e vem trabalhando em prol da saúde e da segurança de todos. Os esforços do Instituto têm se baseado na tríade proteção, produção e compartilhamento de conhecimentos e suporte à comunidade.

PROTEÇÃO

Artigos de higiene

Profissionais do Núcleo de Química do Campus Barbacena estão produzindo álcool líquido glicerinado a 70% e sabão para doações. Serão montados kits de higiene e limpeza para serem distribuídos às famílias de baixa renda e entidades carentes. Na primeira etapa, serão produzidos 30 litros de álcool líquido glicerinado a 70%, 30 litros de sabonete líquido e 100 barras de sabão ecológico, suficientes para a montagem de 100 kits de higiene e limpeza. A equipe está dividida em grupos de no máximo três pessoas, que trabalham em escala, para evitar a aglomeração. Os profissionais usam jalecos, luvas e máscaras. Além disso, mantêm o distanciamento uns dos outros.

O sabonete líquido e o álcool glicerinado a 70% servirão para higiene pessoal como recomendado pelos órgãos de saúde. Já o sabão ecológico, produzido a partir de óleo vegetal usado, irá auxiliar principalmente na higienização de utensílios domésticos e lavagem de roupas, de modo geral. 

Para que o trabalho seja feito, o Núcleo de Química solicitou doações de óleo vegetal usado (apenas de uso doméstico), frascos de plástico que sejam bem vedados para armazenamento (usados ou não) e álcool etílico. Graças à adesão da comunidade, a quantidade necessária de óleo foi conseguida rapidamente. Agora apenas os frascos ainda são necessários.

Equipamentos de proteção individual

Depois que o Ministério da Saúde recomendou que toda a população use máscara de proteção sempre que sair de casa, uma corrida em busca do item fez com que ele sumisse das prateleiras. Desta forma, o Campus Barbacena, em uma atividade realizada pelo Programa Mulheres Mil, decidiu produzir o produto para doação. 

A ideia de confecção das máscaras de proteção surgiu do professor do Curso de Administração, Hélder Silva, que, diante da liberação do Ministério da Saúde para a produção de máscaras caseiras, lembrou das expertises das alunas do Programa Mulheres Mil e contactou a coordenação do programa. A equipe abraçou a causa, conseguiu alunas para a ação e trabalha de forma voluntária. “É importante destacar que a produção está sendo feita em casa para evitar aglomeração, e as máscaras estão sendo esterilizadas e higienizadas antes da distribuição”, declarou Bianca Marques, coordenadora do Programa Mulheres Mil. 

Quem também trabalha de forma voluntária é a professora Lívia Ávila, do Campus Santos Dumont. A docente faz parte do Projeto Hígia e produz protetores faciais em impressoras 3D para profissionais de saúde.  A Secretaria Municipal de Saúde de Santos Dumont recebeu 50 protetores faciais produzidos pela professora. A docente já havia disponibilizado dez equipamentos de proteção individual para uma Unidade Básica de Saúde do município. A equipe de Saúde do Quarto Esquadrão de Cavalaria Mecanizado também recebeu 11 protetores faciais. Lívia continuará a produção nos próximos dias.

PRODUÇÃO E COMPARTILHAMENTO DE CONHECIMENTO

Ainda há muitas dúvidas sobre o vírus que assola o mundo neste momento. No entanto, já se sabe que as informações e a produção de conhecimento são essenciais para passarmos por esta pandemia.

Um grupo de professores do Campus São João del-Rei e da UFSJ (Universidade Federal de São João del-Rei) desenvolveu um projeto que permite usar conhecimentos de cálculos matemáticos e de programação para simular cenários para cada cidade sobre a expansão de casos de coronavírus e necessidades de leitos hospitalares no período de pico da doença.

A página https://covid-19.ufsj.tech/ foi construída tendo como suporte resultados de um trabalho publicado em 26 de março no Imperial College London, conhecido como modelo de Walker (nome de um dos estudiosos). Tratam-se de simulações matemáticas que utilizaram dados que ilustram, da melhor forma possível, a realidade de cada país. Os autores modelaram várias expectativas em termos de número de infectados, internados, internados em estado crítico e mortos para todos os países do mundo.

Segundo a imprensa mundial, foi graças ao resultado deste estudo que governantes como Donald Trump e Boris Johnson mudaram suas posturas de combate ao coronavírus, tomando medidas mais efetivas como o distanciamento social e o incremento financeiro à saúde e aos mais necessitados.

SUPORTE À COMUNIDADE

O isolamento social, mecanismo indispensável na tentativa de diminuir o ritmo de crescimento da curva de contaminação, traz muitas consequências, dentre elas, a redução nos orçamentos de milhões de famílias. Pensando nisso, no Campus Rio Pomba, estudantes dos cursos de Administração e de Direito criaram uma cartilha para tirar dúvidas da população sobre o auxílio emergencial concedido pelo governo.

O Campus preocupou-se também em ajudar produtores e comerciantes da região, e, para isso, profissionais e estudantes dos departamentos acadêmicos de Ciências Gerenciais e de Ciência da Computação se uniram para desenvolver o projeto “Mãos Dadas”. Eles criaram uma plataforma virtual em que o consumidor pode adquirir os produtos diretamente do produtor.

As ações do Instituto vêm sendo amplamente divulgadas em seus canais de comunicação. E, além do citado acima, engloba ações com foco no bem estar de alunos, servidores, colaboradores e comunidade durante a quarentena. Além disso, resoluções, documentos e instruções também são prontamente divulgados. Para conferir toda a produção institucional, visite regularmente o site e as redes sociais do IF Sudeste MG. 

Texto: Fernanda Coelho

registrado em: ,