Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria > Roda de conversa: Projeto Ser mulher trabalhadora no contexto da COVID-19
conteúdo

Geral

Roda de conversa: Projeto Ser mulher trabalhadora no contexto da COVID-19

O evento sobre a importância do autocuidado para a Saúde Mental da mulher trabalhadora será realizado na próxima quarta-feira, dia 29 de setembro, às 16 horas.
publicado: 24/09/2021 17h09, última modificação: 24/09/2021 17h09

Na próxima quarta-feira, dia 29 de setembro, às 16 horas, se iniciará uma nova etapa do “Projeto Ser mulher trabalhadora no contexto da COVID-19: entrelaçando sentidos”. Para iniciar os debates,  o grupo começará tratando da importância do autocuidado neste momento e discutirá algumas estratégias para melhorar a saúde e qualidade de vida das mulheres. As inscrições de trabalhadoras internas e externas ao IF Sudeste MG serão recebidas através do formulário: https://forms.gle/TNRx1UdXy5rH2nSx6 Se inscreva e saiba como participar!

Saiba mais sobre o projeto:

Já atravessamos mais de um ano em isolamento social e várias restrições pela pandemia de COVID-19. Se perguntarmos as pessoas a nossa volta como estão se sentindo, a grande maioria irá responder: exausta. Muitos de nós têm sentido que a saúde mental piorou e são comuns queixas como: irritabilidade, humor oscilante, déficit na memória, dificuldade de concentração, perda de prazer nas atividades cotidianas, entre outros.

O isolamento, as perdas, o excesso de tempo frente a telas, a mudança no formato do estudo e trabalho, a exigência de um cuidado contínuo para não sermos infectados gera um estado de tensão e hipervigilância constantes que são extremamente maléficos a nossa saúde mental.

Para lidar melhor com essas questões, algumas mudanças de hábitos e algumas estratégias de autocuidado cognitivo podem ser trabalhadas, visando a melhoria da qualidade de vida, bem-estar e saúde mental.

Citamos aqui algumas sugestões de práticas de autocuidado cognitivo que trazem um impacto muito positivo.

1)    Rotina de sono. Um sono regular interfere diretamente no equilíbrio emocional. Portanto, tente: estabelecer horários fixos para dormir e acordar, dormir por um período de 7 a 9 horas de sono, e evitar o uso de telas nos momentos antes de se deitar. Estas estratégias são relativamente simples de ser colocadas em prática e geram um grande impacto na qualidade de vida.

2)    Meditação. A prática de exercícios como a yoga, relaxamento, exercícios respiratórios e meditação tem um excelente impacto, cientificamente comprovado, na nossa saúde mental. Estas práticas proporcionam equilíbrio, gerando modificações cerebrais benéficas que vão desde a melhora na atenção e memória, até maior regulação emocional.

3)    Um tempo off. Nossa sociedade atual já passava muito tempo diante das telas de smartphones, televisão e computadores. Porém a pandemia ampliou muito este tempo: hoje trabalhamos, estudamos, nos comunicamos e nos divertimos online. Só que estar o tempo todo conectado não faz bem, aumenta a irritabilidade e tensão. Que tal tirar um tempo para se desconectar? Atividades como ler um livro, cuidar de uma planta, cozinhar, trabalhos manuais, desenho e pintura podem ser extremamente relaxantes e proporcionar momentos importantes de higiene cognitiva.