Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rio Pomba > 2019 > 09 > Feira de Alimentos se diferencia por participação ativa de empresários
conteúdo

Geral

Feira de Alimentos se diferencia por participação ativa de empresários

Evento foi realizado no dia 28 de agosto e trouxe discussões sobre o mercado de fabricação de pães e massas.
por Comunicação Rio Pomba publicado: 12/09/2019 12h02, última modificação: 12/09/2019 12h02
Exibir carrossel de imagens #Pratodosverem: A palestrante Isabela Queiroz aparece à direita da imagem em pé e falando em direção à plateia. À sua frente, pessoas sentadas com roupas que têm a logo do IF. À direita, um banner com o nome do evento. Ao fundo, imagem de projeção da palestra.

#Pratodosverem: A palestrante Isabela Queiroz aparece à direita da imagem em pé e falando em direção à plateia. À sua frente, pessoas sentadas com roupas que têm a logo do IF. À direita, um banner com o nome do evento. Ao fundo, imagem de projeção da palestra.

A fabricação de pães e massas é uma área que tem crescido no mercado alimentício e chamado a atenção de investidores e também dos profissionais. Por esta razão, os organizadores da Feira de Alimentos focaram neste tema no evento realizado em 2019. Para os organizadores, o diferencial do evento é participação de representantes de empresas. “Eles vieram ao Campus não somente para serem palestrantes, mas também para acompanharem as demais apresentações e tirarem dúvidas”, ressalta a presidente do Centro Acadêmico de Ciência e Tecnologia de Alimentos (Cacta) e uma das organizadoras, Carla Duarte. “A participação das empresas é muito importante. Elas vêm atrás de conhecimento que podemos ofertar”, complementa o coordenador do curso de Alimentos, Roselir Ribeiro da Silva. O evento foi realizado no dia 28 de agosto.

Pães congelados

A palestra de abertura foi feita pela professora do Departamento, Isabela Campelo de Queiroz. Ela falou sobre a fabricação de pães congelados como uma nova opção para a indústria. Entre as vantagens de adoção da nova prática pelo comércio estão a redução de custos de produção, otimização dos espaços físicos de depósito, redução de estoque, padronização dos produtos e a oferta de pão fresco em mais horários.

Porém, ela lembrou que, este tipo de prática, também tem alguns problemas, já que o congelamento pode reduzir o volume do produto, fazer com que o pão perca aroma e sabor, além de gerar textura inadequada. Para evitar que estes tipos de situações ocorram, a indústria deve ter fomas de controle de congelamento, usar equipamentos adequados e modernos e utilizar aditivos, como emulsificantes e hidrocolóides.

Além disso, os participantes também puderam participar de palestras sobre empreendedorismo e sobre tendências de mercado de massas.