Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rio Pomba > 2020 > 09 > Aprovados calendários acadêmicos do Ensino Remoto Emergencial do Campus
conteúdo

Destaque

Aprovados calendários acadêmicos do Ensino Remoto Emergencial do Campus

Retomada das atividades será no dia 14 de setembro. O calendário foi adaptado para o desenvolvimento das aulas virtuais.
por Comunicação Rio Pomba publicado: 03/09/2020 17h58, última modificação: 03/09/2020 17h59
#Pratodosverem: imagem ilustrativa. Ao centro, há o desenho de um calendário e, em sua frente, um relógio. Dos lados, um homem e uma mulher apontam para o calendário. No topo, há a logo do Campus e abaixo o texto "Calendários Acadêmicos ERE".

#Pratodosverem: imagem ilustrativa. Ao centro, há o desenho de um calendário e, em sua frente, um relógio. Dos lados, um homem e uma mulher apontam para o calendário. No topo, há a logo do Campus e abaixo o texto "Calendários Acadêmicos ERE".

Aprovados os calendários acadêmicos do Ensino Remoto Emergencial (ERE) do Campus Rio Pomba. De acordo com a proposta, as atividades dos cursos técnicos, de graduação e de pós-graduação serão retomadas a partir do dia 14. Os calendários foram aprovados na reunião do Conselho de Campus realizada na última quarta, dia 2.

Conheça os novos calendários:

Na primeira semana, será realizada a ambientação de estudantes e professores com o sistema de ensino remoto. As aulas terão início em 21 de setembro. O primeiro semestre de 2020 será encerrado em 18 de dezembro. As férias acontecerão de 21 de dezembro de 2020 a 8 de janeiro de 2021 com o retorno às aulas no dia 11. O ano letivo chega ao fim em abril.

O Ensino Remoto Emergencial

No dia 31 de agosto, a equipe do Campus Rio Pomba fez um webinar para apresentar como será o Ensino Remoto Emergencial na unidade. Na apresentação, estudantes, pais e servidores puderam acompanhar os detalhes de implantação do projeto neste momento de pandemia. “Não podemos esperar o perfeito para que algo seja feito. Vamos oferecer a melhor qualidade possível dentro do que podemos fazer”, explicou o diretor-geral do Campus, João Batista Lúcio Corrêa.

As aulas virtuais poderão ser aplicadas de forma síncrona ou assíncronas com registro no SIGAA.  De acordo com o diretor de Ensino, Marcos Pavani, serão ofertadas as disciplinas com carga horária 100% teórica. O corpo técnico dos cursos deverá analisar se há possibilidade de ofertar a prática à distância ou se será necessário aguardar o retorno presencial.

Os professores foram orientados a utilizar material didático virtual. Assim, poderão alterar a bibliografia inicial, voltando-se para livros e apostilas que possam ser distribuídos pelas plataformas ou encontrados na internet de forma livre.

O coordenador-geral de Ensino Técnico, Francisco Juceme, reforçou que o ERE não é um formato fechado, tendo que ser adequado de acordo com as necessidades. “São mudanças de metodologia. Neste momento, somos forçados a usar nossa capacidade humana para aprender e ensinar. Mesmo com a distância no tempo e no espaço, temos uma nova sala de aula. Teremos um acompanhamento constante do processo de ensino/aprendizagem. Vamos rever aqueles que não estiverem funcionando”.

Veja como foi o webinar: