Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria > IF Sudeste MG participa de projeto que dá outras utilidades a objetos apreendidos
conteúdo

Geral

IF Sudeste MG participa de projeto que dá outras utilidades a objetos apreendidos

A iniciativa faz parte do projeto “Além do Horizonte”, que é da Receita Federal e tem o objetivo de dar uma destinação sustentável a produtos apreendidos

O IF Sudeste MG recebeu 30 aparelhos de celulares de diversos modelos, além de 10 aparelhos de TV Box. A TV Box é uma espécie de conversor, que trabalha através de um sistema operacional inteligente (Android TV ou tvOS). Quando é conectada à internet, o aparelho permite que o usuário acesse plataformas de streaming, baixando apps diretamente pelo dispositivo. Muitos modelos de TVs box são ilegais. 

Os telefones serão destinados exclusivamente ao de uso administrativo, e os dispositivos de TVs box, após a descaracterização, serão doados a uma instituição da cidade. A iniciativa faz parte do projeto “Além do Horizonte”, que é da Receita Federal e tem o objetivo de dar uma destinação sustentável aos produtos apreendidos pelos órgãos.

Isaac Euzébio de Faria, diretor de Administração do IF sudeste MG, explica que a Receita Federal de Juiz de Fora apresentou o projeto e convidou o instituto para participar como pesquisador/extensionista, fazendo a descaracterização dos equipamentos e dando a eles outras utilidades, como por exemplo, a doação a instituições. Descaracterizar significa, nesse contexto, dar ao objeto uma nova função, transformá-lo em um outro objeto com um uso específico. 

Entrega dos itens ao IF Sudeste MG, representado pelo diretor de Administração, Isaac Euzébio

Entrega dos itens ao IF Sudeste MG, representado pelo diretor de Administração, Isaac Euzébio 

Destino dos objetos

Os diretores de Administração das unidades serão questionados sobre o interesse em receber um aparelho celular para cada Setor de Comunicação, tendo em vista que são aparelhos modernos, com boa característica de processamento, de fotografia e de memória, que permitirá o uso no cotidiano das unidades. Já os aparelhos de TV Box foram destinados ao Campus Juiz de Fora, onde os professores Emerson Moraes e Leandro Oliveira vão desenvolver o projeto de descaracterização, que consiste em transformar as TVs em minicomputadores para posterior doação.

 

O professor Leandro Oliveira recebe os aparelhos do diretor de Administração

Os 10 aparelhos recebidos pelo Campus Juiz de Fora, após serem descaracterizados, passarão por uma vistoria da Receita Federal, para então serem doados. A partir daí, uma nova remessa de dispositivos poderá ser enviada ao Campus. A expectativa é que os primeiros microcomputadores já fiquem prontos nas próximas semanas. 

Retorno para a sociedade

"Contudo, o mais importante da participação no projeto ‘Além do Horizonte’ é o instituto estar cumprindo a sua finalidade institucional de estimular as atividades de extensão, de pesquisa, o desenvolvimento científico e tecnológico e a transferência de tecnologias sociais (...)",  avalia Isaac Euzébio Faria.

Isaac acredita que esta é mais uma oportunidade para o instituto contribuir com a sociedade de forma prática:  “Ao reutilizar equipamentos que eram vistos como lixo eletrônico por outro órgão público, evitamos o impacto ambiental, agimos de forma sustentável e ainda economizamos recursos públicos que seriam gastos na aquisição de bens para uso administrativo. Contudo, o mais importante da participação no projeto ‘Além do Horizonte’ é o instituto estar cumprindo a sua finalidade institucional de estimular as atividades de extensão, de pesquisa, o desenvolvimento científico e tecnológico e a transferência de tecnologias sociais, notadamente as voltadas à preservação do meio ambiente, pois ao dar uma nova utilidade a um objeto apreendido, toda a sociedade ganha, principalmente as entidades e organizações que hoje não possuem condições de montar seus próprios laboratórios de informática e terão este incentivo”, avalia o diretor.