Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rio Pomba > 2020 > 05 > Professor do Campus publica artigo sobre relação de exercício físico e Covid-19
conteúdo

Pesquisa

Professor do Campus publica artigo sobre relação de exercício físico e Covid-19

por Comunicação Rio Pomba publicado: 21/05/2020 17h16, última modificação: 25/05/2020 19h27
Pesquisa foi publicada no periódico Frontiers in Sports and Active Living e contou com participação de egressa de Rio Pomba.

Será que ter um “histórico de atleta” é suficiente para evitar a infecção pela Covid-19? A prática de exercícios físicos reduz ou aumenta o risco de contaminação pelo coronavírus? Dúvidas como estas foram levantadas pelo doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Brasília e professor de Educação Física do IF Sudeste MG – Campus Rio Pomba, João Batista Ferreira Júnior. Para buscar respostas, ele se juntou ao doutorando do Laboratório Neuromuscular da Universidade de Oklahoma (EUA), Eduardo Freitas, e à ex-aluna do Campus e atual mestranda do Departamento de Esportes da Universidade Federal de Minas Gerais, Suene Chaves. O levantamento de literatura realizado por eles originou o artigo “Exercise: a protective measure or an ‘open window’ for Covid-19? A mini review” (Exercício: uma medida de proteção ou uma “janela de oportunidade” para a Covid-19? Uma mini revisão”. O texto foi publicado no periódico internacional Frontiers in Sports and Active Living.

Leia o artigo

Imagem: Freepik

#Pratodosverem: imagem ilustrativa. Mulher fazendo exercício na sala de casa. É possível observar um sofá bege ao fundo, plantas e uma garrafa de água. Ela faz agachamento, usando roupa de ginástica.

Os pesquisadores fizeram um levantamento dos estudos já realizados no mundo acerca da correlação entre exercícios físicos e a Covid-19. João Batista explica que, por meio da comparação dos dados obtidos, ainda não há evidências científicas se o status do treinamento afeta a incidência de infecção no trato respiratório. “Não se pode concluir que indivíduos treinados estejam mais protegidos contra a infecção por Covid-19 quando comparados a indivíduos não treinados”.

A equipe trabalhou com a teoria da “janela de oportunidade” para avaliar se a realização de exercício físico poderia facilitar a infecção pelo coronavírus. “A ‘janela de oportunidade’ é um jargão usado para se referir que existe maior probabilidade de ocorrer algo, positivo ou negativo, em um momento específico. E há essa teoria para a incidência de infecções logo após a realização do exercício. O estresse induzido por ele causaria a imunossupressão, aumentando o risco de infecções do trato respiratório causadas por vírus”, explica João.

No entanto, os estudos realizados até hoje apontam que esta correlação ainda é especulativa no caso do coronavírus. Mesmo sem a comprovação, os especialistas orientam para que a população realize sessões de treinos curtas (menos de 1h30min) em intensidade moderada ou baixa. “Penso que o que vem sendo realizado em casa se enquadra no perfil mencionado. Para que a pessoa tenha uma noção da intensidade do treino que realiza, basta responder a seguinte questão após o exercício: Quão intenso foi o treino? Se ela responder até quatro na escala, o treino ficou dentro da margem apropriada”, esclarece o professor.

Tabela subjetiva de esforço

ClassificaçãoDescritor
0 Repouso
1 Muito fácil
2 Fácil
3 Moderado
4 Um pouco difícil
5 Difícil
6 -
7 Muito difícil
8 -
9 -
10 Máximo

 

A pesquisa ainda tratou da importância da realização dos exercícios físicos durante a pandemia não apenas em relação ao trato respiratório, mas também da preservação muscular. “Considerando que a maioria das pessoas, atualmente, não tem acesso a academias ou instalações de treinamento para fornecer o estímulo fisiológico necessário para manter os parâmetros do músculo esquelético e o status do treinamento, os métodos de treino de força sem carga podem servir como estratégias eficazes para evitar o destreinamento e preservar os níveis de massa muscular e força enquanto durar o atual bloqueio social”, reforça.

Conheça o artigo na íntegra